Atendimento

Trabalho com a abordagem da Gestalt-terapia, mas sempre com a máxima de Jung em mente: "Conheça todas as teorias, domine todas as técnicas, mas ao tocar uma alma humana seja apenas outra alma humana".

 

Adultos

São diversos os motivos que levam o indivíduo a procurar terapia. Muitas vezes a pessoa precisa de um espaço de escuta para seus problemas e suas questões sem ser julgado e pressionado. E é isso que acontece na sessão de terapia. É ter um local, um momento e uma pessoa (terapeuta) disponível para essa escuta. É um lugar seguro, protegido pelo sigilo profissional e pela ética, em que a pessoa pode falar e expressar seus medos/angústias/dúvidas com a certeza de que seu sofrimento será validado e trabalhado. Algumas pessoas também procuram terapia para o auto conhecimento, sempre muito válido.

Na terapia você pode trabalhar questões como: ansiedade, culpa, depressão, escolhas, dificuldade no(s) relacionamento(s), medos, questões ligadas à autoestima, luto, timidez, psicossomática... enfim, qualquer motivo que esteja causando sofrimento.

 

Adolescentes

A adolescência é uma "anormalidade normal". É um período da vida em que nos encontramos entre a infância e a vida adulta, permeada de incertezas e mudanças de papéis sociais. A maioria dos adolescentes passa por isso sem precisar de apoio psicológico. Mas para alguns, essa pode ser uma fase difícil, já que além das mudanças corporais, sociais e de identidade, é um momento de muitas escolhas e expectativas (internas e externas), nem sempre fáceis de lidar sozinho.

Questões como auto imagem, autoestima, depressão, escolha profissional, ansiedade e sexualidade são comuns nos adolescentes.

 

Orientação profissional

A orientação pretende ser um exercício conjunto com a pessoa que a procura, para que ela possa, ao fim do processo, fazer uma escolha autônoma (madura e ajustada) ou pelo menos estar mais próxima de uma escolha. Sua escolha.

Sem depender da utilização de testes e baseado em entrevistas e atividades, a orientação permite ao indivíduo se conhecer e lidar com seus medos e ansiedade; corrigir, confirmar e/ou modificar sua auto percepção em termos de papéis ocupacionais, além de possibilitar o confronto de suas crenças e projetos sobre o futuro com a realidade. O trabalho é realizado em aproximadamente 10 encontros com uma hora de duração cada.

 

 

Grupos reflexivos

O trabalho em grupo promove um espaço tanto de fala quanto de escuta. É um ambiente rico para troca de experiências, angústias, medos, sentimentos e dúvidas. É a criação de um espaço seu e, ao mesmo tempo, com o outro. É a possibilidade de ver semelhanças e diferenças, e lidar com elas. É um espaço que permite refletir sobre sua realidade e, com isso, reconhecer suas potencialidades e possibilidades. 

Se você tem interesse em formar algum grupo sobre qualquer tema, entre em contato!

        Grupos: GRUPOS CANCELADOS DEVIDO PANDEMIA

        Conta pra dar conta

       Cobranças, pressão, estudos, trabalho, família. Você faz o seu melhor, mas nunca  parece ser suficiente. Daí, é um passo pra que você se sinta esgotado. De forças, de energia, de paciência. O grupo “Conta pra dar conta” é um espaço pra compartilhar experiências e desenvolver formas de lidar com as frustrações inevitáveis da vida, ampliando o olhar a fim de enxergar novas possibilidades de ser e fazer.

Grupo às segundas das 18:00 às 19:30. Para mais informações, entre em contato

        Pessoas difíceis

      Algumas pessoas têm fama de serem "difíceis". Mas o que isso realmente significa? Se as pessoas costumam dizer que você é difícil de lidar,  que sua personalidade é "complicada", se afastam e te culpam por isso, e você sofre por não se sentir compreendida, esse é o seu grupo! Um espaço de acolhimento e compartilhamento. Um momento de troca e entendimento.

Grupo às quartas das 14:00 às 15:30 e quintas das 18:00 às 19:30.

 

Horários de atendimento:
Seg. à sex: das 12:00 às 18:00
Sáb: das 9:00 às 15:00

 

Primeira sessão: entrevista inicial para verificar a queixa e necessidade de um processo terapêutico. É, então, feito um contrato terapêutico verbal (um combinado), acordando dia, horário, valor e forma de pagamento das sessões.

Demais sessões: duração de 50 minutos a 1 hora no dia e horário combinados na primeira sessão. 

Toda dor pode ser suportada se sobre ela puder ser contada uma história

Hannah Arendt

Não somos apenas o que pensamos ser. Somos mais. Somos também o que lembramos e aquilo que esquecemos; somos as palavras que trocamos, os enganos que cometemos, os impulsos a que cedemos; "sem querer".

Freud

A vida só pode ser compreendida olhando-se para trás e só pode ser vivida olhando-se para frente.

Kierkegaard

Tudo que nos irrita nos outros pode nos levar a um melhor conhecimento de nós mesmos.

Jung

Mas, afinal, o que é Gestalt-terapia?

Gestalt-terapia é uma abordagem da psicologia. Assim como tem a psicanálise e a cognitivo comportamental (as mais conhecidas), temos a Gestalt-terapia (GT). Cada abordagem tem uma teoria, uma visão de homem e um método.

 

A visão de homem da GT é existencialista (ou seja, considera as possibilidades de escolha) e humanista (referente às potencialidades e necessidades da pessoa).

A GT utiliza-se do método fenomenológico. O método fenomenológico trabalha com o fenômeno, aquilo que aparece. É a maneira como a pessoa percebe um fato, em sua subjetividade. Por isso que psicólogo pergunta tanto “mas o que casa significa pra vc?”. Porque cada pessoa pode ter uma percepção do que é uma casa (além do fato concreto de ser uma casa, ela tem um significado que é individual).

A teoria da Gestalt-terapia bebe de várias fontes. Talvez a mais óbvia (até pelo nome) é a Psicologia da Gestalt. A psicologia da Gestalt estuda a percepção, a forma como vemos e entendemos um objeto depende do ambiente em que ele está. As bases filosóficas são o humanismo, existencialismo, a fenomenologia, holismo e a teoria organísmica. Outras ideias importantes que baseiam a GT vêm da teoria de campo de Kurt Lewin, do psicodrama, Reich e do pensamento oriental (budismo e taoísmo). Parece uma salada doida de filosofia, psicanálise e religião, eu sei, mas funciona! E é linda!

 

Resumindo, a Gestalt-terapia considera o homem como um ser em relação consigo, com o outro e com o mundo. O homem é um todo bio-psico-social-espiritual (não há divisão entre mente e corpo), que afeta e é afetado, acreditando que a pessoa é responsável, capaz de se autorregular (satisfazendo suas necessidades)  e autodeterminar (capaz de escolher). Ela não interpreta, ela investiga. O importante é COMO e PARA QUE, e não os PORQUEs. Foca no aqui-e-agora e tem como objetivo o contato (apreciação das diferenças) e a ampliação de awareness, que é dar-se conta de algo, perceber e compreender como o ser funciona e se relaciona com o mundo, fazendo com que a pessoa se aproprie de sua existência e suas escolhas, podendo, assim, crescer como ser humano.